Pavimentação ecológica sustentável

Publicado

A importância da pavimentação na sustentabilidade das cidades.

Porque achamos importante que a pavimentação seja sustentável? Na actividade da construção, os edifícios e o pavimento são as maiores áreas de intervenção do ser humano.Basta espreitar no Google Maps para termos a noção da quantidade de construção edificada, de telhados e de vias urbanas pavimentadas que interferem na permeabilidade do solo e prejudicam o fluxo natural da água, originar cheias, deslocamento de terra e outros eventos catastróficos.

Pavimento ecológico sustentável
FOTO: REGEDOURO EVENTOS

Pavimento ecológico em parques, praças, avenidas e vias de circulação nas cidades.

É de importância primordial na qualidade e sustentabilidade de vida das cidades o tratamento ecológico das áreas a pavimentar: vias de circulação, caminhos, praças e espaços de acesso e mobilidade são áreas extensas que ocupam uma grande parte do solo disponível no meio urbano com proporcional influência na qualidade do ambiente.

Os pavimentos contínuos permeáveis, executados em meio hidraulico e sintético, promovem a sustentabilidade da construção no meio urbano. O pavimento ecologicamente sustentável na construção de vias urbanas tem grande impacto na qualidade de vida, pois são superfícies que ocupam grandes espaços no desenho das cidades.

A utilização massiva do solo nas cidades e o ambiente urbano obrigam a empregar soluções alternativas que promovam a permeabilidade em pavimentação com materiais drenantes, nas avenidas, ruas, praças, parques e ciclovias, permitindo a infiltração da água e o ar de forma a minorar os efeitos da concentração de edifícios nas cidades.

A publicação do Guia global do desenho de ruas Global Designing Cities Initiative (GDCI) é um trabalho que relata a importância dos materiais e tipos de construção no desenho das cidades, a utilização de pavimentos drenantes e permeáveis, promovendo a drenagem das águas pluviais e protegendo o uso do solo e aquíferos, promovendo uma construção ecológica e sustentável, avaliando as necessidades e exigências para cada local.

Calçadas, Tipos de calçadas, Geometria, Acessibilidade universal, Extensões de calçadas, Comunicação e engajamento.

As políticas e critérios defendidos pela. C.G.C.D.I. são definidas no Guia global do Desenho elaborado pela rede composta por cidades espalhadas pelos 5 continentes.

Desenhar para ciclistas, Ciclovias protegidas em cruzamentos, Permeabilidade filtrada do pavimento, a Drenagem eficiente, promovem a qualidade de vida, mobilidade multimodal, desenvolvimento econômico, sustentabilidade ambiental e equidade.

Quais as soluções ecológicas de pavimentação?

Como escolher um pavimento, que nos agrade, seja adequado ao uso para que está construído, que se integre bem no local, seja confortável ao pisoteio, sirva a mobilidade que é o propósito para que foi criado, seja eclógico e que contemple os princípios da construção sustentável.

Foi criado o projecto LEED, um sistema para classificar as práticas de construção consideradas sustentáveis, estuda e faz uma avaliação integrada de todos os intervenientes na produção dos materiais e dos sistemas e processos construtivos, nomeadamente: Categorias de crédito, Localização e Transporte, Lotes Sustentáveis, Eficiência da Água, Energia e Atmosfera, Materiais e Recursos, Qualidade Interna dos Ambientes, Inovação e Prioridades Regionais concretamente

O pavimento tem um valioso contributo para a sustentabilidade da construção nos meios urbanos, desde logo pela percentagem da superfície que ocupam na área total das cidades.

Um dos factores mais prejudiciais da construção é a impermeabilização que impóe ao solo e as consequências daí.

A criação e evolução dos pavimentos permeáveis permite-nos hoje ter várias soluções ecológicas em pavimentação exterior, com capacidade de infiltração da água no solo e diversidade de materiais, que se adequam a múltiplos requisitos, permitem agora ao projectista, utilizar soluções ecológicas adequado ao uso e ao local, sem interferir no ciclo regular da água, impermeabilizar o solo, e permita melhorar a vida nas cidades.

Para medir a capacidade de infiltração da água no pavimento pode exterimentar “testar a permeabilidade”. capacidade-de-infiltracao-da-agua-no-solo, de fácil execução.

No pavimento de saibro, para evitar o uso de cal e cimento, podemos utilizar o estabilizador pozolânico de saibro é um produto, constituído por cinzas volantes, sem clinker, com sílica ativa e pozolanas naturais, como xisto calcinado, argila calcinada ou metacaulino, são materiais que pulverizados produzem ligantes de alto poder de agregação com evidentes diferenças do cimento comum : melhor resistência ao sulfato, melhor resistência à reação da mistura com agregados alcalinos, menor calor na hidratação e maior resistência a longo prazo.

Se pretender um pavimento estritamente natural de saibro o uso de um fixador orgânico que são produtos dinâmicos, continuamente activos activos, totalmente naturais para estabilização de solos, elegíveis em áreas de reservas naturais e protegidas, produzem um pavimento ecológico sustentável, isento de polimeros cimentícios, possuem um forte poder de aglutinação e elasticidade para permitir um pavimento dinâmico, adaptável a pequenas cedências da base, que se mantém activo, pode ser reutilizado em correcções e manutenção do pavimento.

Gosta do artigo? Partilhe com os seus amigos!
facebook .linkedin

Autor